quarta-feira, 16 de maio de 2012

3A e 3B- EVOLUÇÃO- PESQUISAAA...

A PESQUISA É SOBRE A VIDA DE CHARLES DARWIN E LAMARCK. FAÇA UMA COMPARAÇÃO ENTRE AS DUAS TEORIAS E DEIXE A SUA CONCLUSÃO. (Coloque o(s) site(s) pesquisado. Um abração! Prof. Gonçalina de Arruda

38 comentários:

Isabella disse...

Charles Darwin, naturalista inglês, nasceu em 12 de fevereiro de 1809, em Shrewsbury. Robert Darwin, seu pai, era Físico, filho de Erasmus Darwin, poeta, filósofo e naturalista. A mãe de Charles, Susannah Wedgood Darwin morreu quando ele contava apenas oito anos de idade. A vida religiosa não agrada a Darwin, e em 31 de dezembro de 1831 ele aceita o convite para tornar-se membro de uma expedição científica a bordo do navio Beagle.
Assim, Darwin passa cinco anos (1831 a 1836) navegando pela costa do Pacífico e pela América do sul.
Durante este período, o Beagle aportou em quase todos os continentes e ilhas maiores à medida que contornava o mundo, inclusive no Brasil. Darwin fora chamado para exercer as funções de geólogo, botânico, zoologista e homem de ciência. Esta viagem foi uma preparação fundamental para a sua vida subseqüente de pesquisador e escritor. Tanto é verdade que na introdução de seu livro ele assim se refere: "as relações geológicas que existem entre a fauna extinta da América meridional, assim como certos fatos relativos à distribuição dos seres organizados que povoam este continente, impressionaram-me profundamente quando da minha viagem a bordo do Beagle, na condição de naturalista. Estes fatos (...) parecem lançar alguma luz sobre a origem das espécies (...) julguei que, acumulando pacientemente todos os dados relativos a este assunto e examinando-os sob todos os aspectos, poderia, talvez, elucidar esta questão". Em todo o lugar aonde ia, Darwin reunia grandes coleções de rochas, plantas e animais (fósseis e vivos) enviadas à sua pátria. Imediatamente, após seu regresso à Inglaterra, Darwin iniciou um caderno de notas sobre a evolução, reunindo dados sobre a variação das espécies, dando assim os primeiros passos para a Origem das Espécies. No começo, o grande enigma era explicar o aparecimento e o desaparecimento das espécies.


a biografia escrita por Orlando Boyer, entitulada "Ancora da alma" narra encontro de Lady Hope com Darwin, ao visita-lo encontrou-o com a Biblia, lendo a carta aos Hebreus. Ao falr da evolução, Darwin, perturbado declarou:

"Eu era moço com idéias não bem formadas. Fizeram sugestões admirado com as coisas e ficava surpreso ao ver tudo começar a arder como fogo. o povo fez destas idéias uma religião".

então ficou calado e depois de mencionar a santidade de Deus e a grandeza da Biblia que segurava na mão, disse de repente:

"Lady Hope, tenho uma casa no jardim, na qual podem se ajuntar trinta pessoas. É aquela lá indicando pela janela aberta. Quero que fale lá amanhã à tarde para os criados e para os vizinhos..... fale sobre Cristo Jesus e a sua salvação. Há alguma coisa melhor? Quero também que cante com eles. Pode marcar a reunião para as três horas, a janela aqui ficará aberta e pode saber que estou acompanhando os hinos"...

Isabella Ribeiro disse...

Esee De Cimaa é O Texto De Charles Darwin , e Esse De Baixo é o Oque eu Entendi Do Texto :)

Primeiro, vamos começar com as coisas comuns entre eles. Lamarck e Darwin acreditavam no conceito da evolução das espécies.
Darwin e Lamarck, estavam a tentar resolver era sobre como uma espécie se transformava em uma outra espécie descendente,e Ele Apoiava na sua observação de que as girafas costumam ter pescoço de comprimento igual à altura das árvores da região.
Já Darwin com seu maravilhoso trabalho de análise de pássaros nas ilhas teoria na qual novas características são obtidas de maneira aleatória e que o meio se encarregava de seleccionar os indivíduos que melhor se adaptavam.
Segundo Lamarck o Ambiente era Activo na Modificação Das Espécies'
Já o Darwin o Ambiente é Passivo nas Avariações Mais Aptas Pré- Ex Das Diferença entre as istentes .
Foi Assim Que Deu A Diferençasteorias de Lamarck e Darwin.

Isabella Ribeiro disse...

Esee De Cimaa é O Texto De Charles Darwin , e Esse De Baixo é o Oque eu Entendi Do Texto :)

Primeiro, vamos começar com as coisas comuns entre eles. Lamarck e Darwin acreditavam no conceito da evolução das espécies.
Darwin e Lamarck, estavam a tentar resolver era sobre como uma espécie se transformava em uma outra espécie descendente,e Ele Apoiava na sua observação de que as girafas costumam ter pescoço de comprimento igual à altura das árvores da região.
Já Darwin com seu maravilhoso trabalho de análise de pássaros nas ilhas teoria na qual novas características são obtidas de maneira aleatória e que o meio se encarregava de seleccionar os indivíduos que melhor se adaptavam.
Segundo Lamarck o Ambiente era Activo na Modificação Das Espécies'
Já o Darwin o Ambiente é Passivo nas Avariações Mais Aptas Pré- Ex Das Diferença entre as istentes .
Foi Assim Que Deu A Diferençasteorias de Lamarck e Darwin.

Anônimo disse...

Existem várias teorias sobre a evolução, uma delas e a mais aprovada pelos cientistas que a vida veio da água, ouro adotado pelos fiéis que é a teoria divina, que fomos feitos por Deus. Os cientistas aprovavam a teoria divina.
Os cientistas também prova que na antiguidade não existia chuva, era fumaça que virou vapor e veio a chuva.
Os criacionistas acreditavam que o mundo vivo contava com tantas espécies quanto havia sido criado por um ser onipotente e que elas permaneceriam sempre as mesmas.
O vilandês James Usher foi um dos primeiros criacionistas conforme os bispos e os preceitos biblicos, os seres vivos teriam surgido por obra divina.Portanto, sem defeitos e sem necessidades de mudança hoje as pessoas nascem de um jeito e morrem de outro.
A evolução das espécies é consequências da seleção natural e o acúmulo de pequenas notifcações dos organismo, ou seja, um pedaço de carne, milhos, também geravam vidas.
Vinicius Martins 3ºA

Anônimo disse...

Sabe-se que a princípio,que não existiam seres vivos possuidores de coluna vertebral. Antes do surgimento dos primeiros vertebrados milhões de anos se passaram na história da evolução. Os primeiros a aparecer tinham a forma de peixe, e somente milhões de anos após é que os primeiros anfíbios passaram a existir, e depois vieram os répteis, pássaros e mamíferos.
Para a ocorrência de todo esse processo, ocorreram inúmeras explicações, a mais conhecida foi desenvolvida por Darwin . Ele se fez notar quando observou que não existem duas plantas ou dois animais exatamente iguais.
Observou-se que partes dessas diferenças são benéficas para a obtenção mais alimento, fato que permite uma melhor formação e um tempo de vida mais prolongado. Essas variações passaram de geração para geração e foram muito úteis para o desenvolvimento dos seres vivos.
Após milhões de anos, a aparência de animais e plantas ficou bem diferente do que era. Aqueles que se desenvolveram melhor, foram os que tiveram a chance de se adaptar as inúmeras mudanças que ocorreram em nosso planeta.
A teoria de Lamarck baseou-se em dois princípios básicos: o conceito de que é uma característica intrínseca dos seres vivos evoluírem para um nível de complexidade e perfeição cada vez maiores, motivo pelo qual Lamarck acreditava que os seres haviam evoluído de microorganismos simples originados de matéria não viva, para organismos mais complexos; O segundo princípio foi o do uso e desuso, que o foi o ponto crucial da teoria de Lamarck e dizia, basicamente, que o que não é usado atrofia e o que é usado se desenvolve sendo passado para as gerações futuras.

Anônimo disse...

Sabe-se que a princípio,que não existiam seres vivos possuidores de coluna vertebral. Antes do surgimento dos primeiros vertebrados milhões de anos se passaram na história da evolução. Os primeiros a aparecer tinham a forma de peixe, e somente milhões de anos após é que os primeiros anfíbios passaram a existir, e depois vieram os répteis, pássaros e mamíferos.
Para a ocorrência de todo esse processo, ocorreram inúmeras explicações, a mais conhecida foi desenvolvida por Darwin . Ele se fez notar quando observou que não existem duas plantas ou dois animais exatamente iguais.
Observou-se que partes dessas diferenças são benéficas para a obtenção mais alimento, fato que permite uma melhor formação e um tempo de vida mais prolongado. Essas variações passaram de geração para geração e foram muito úteis para o desenvolvimento dos seres vivos.
Após milhões de anos, a aparência de animais e plantas ficou bem diferente do que era. Aqueles que se desenvolveram melhor, foram os que tiveram a chance de se adaptar as inúmeras mudanças que ocorreram em nosso planeta.
A teoria de Lamarck baseou-se em dois princípios básicos: o conceito de que é uma característica intrínseca dos seres vivos evoluírem para um nível de complexidade e perfeição cada vez maiores, motivo pelo qual Lamarck acreditava que os seres haviam evoluído de microorganismos simples originados de matéria não viva, para organismos mais complexos; O segundo princípio foi o do uso e desuso, que o foi o ponto crucial da teoria de Lamarck e dizia, basicamente, que o que não é usado atrofia e o que é usado se desenvolve sendo passado para as gerações futuras.

Danielly Marinho 3ºA

Anônimo disse...

Há séculos, os cientistas buscam respostas para a pergunta: “De onde viemos?”. Neste sentido, personagens importantes marcaram seus nomes no cenário científico por suas teorias e pensamentos evolucionistas. Entre estes estudiosos, o francês Jean-Baptiste Lamarck teve grande destaque nos primeiros estudos aceitos sobre a evolução humana.
Lamarck nasceu há exatos 267 anos. Apesar de este ser um pequeno espaço de tempo quando falamos em evolução, sem dúvida, em termos de pesquisas e avanços tecnológicos, estes dois séculos determinaram e aperfeiçoaram as respostas de origem procuradas por Lamarck.
Quando falamos de evolução, provavelmente o primeiro nome que nos vêem a cabeça é Charles Darwin e a teoria da seleção natural (aceita até hoje). Porém, foi Lamarck que personificou as ideias pré-darwinistas sobre a evolução.
As teorias de Lamarck influenciaram os estudos evolucionistas desenvolvidos por Charles Darwin. Mais tarde, na segunda metade do século XX, com as descobertas genéticas e de hereditariedade, principalmente relacionadas ao DNA, as pesquisas lamarckianas foram invalidadas.Lamarck sugere que alterações ambientais traziam necessidade de mudanças de hábitos nas espécies, que, em longo prazo, tornavam-se modificações nas estruturas físicas também. Esta é a base da teoria evolucionista de Lamarck e, desta forma, o francês criou duas suposições: a Lei do Uso e Desuso e a Lei dos Caracteres Adquiridos.A teoria é simples. Segundo Lamarck, os órgãos que não são utilizados ou são pouco utilizados se atrofiam com o passar do tempo. Conforme a espécie evolui, o órgão vai perdendo suas funções até desaparecer completamente, eventualmente. Costumam a citar como exemplo o apêndice no corpo humano, que deixou de ter uma função fundamental para o organismo e, ocasionalmente, algumas pessoas nascem sem o órgão.
A premissa inversa é a mesma. Quanto mais um órgão é utilizado mais forte ele se torna ao longo da evolução. O exemplo costumeiramente utilizado está relacionado à alimentação das girafas. Estima-se que há milhares de anos atrás, os pescoços das girafas não fossem tão longos. Porém, com a necessidade de alcançar grandes alturas para a obtenção de alimento, a cada geração o pescoço aumentava e se tornava mais forte Basicamente, Lamarck afirmava que o meio-ambiente condiciona a evolução dos seres vivos. Desta forma, as espécies transmitiam suas modificações (pelo uso e pelo desuso) paras seus descendentes. Isso quer dizer que as conquistas genéticas dos pais seriam passadas para o filhos. A evolução nada mais seria do que uma adaptação dos seres vivos ao ambiente, transposta através das gerações com transformações orgânicas, comportamentais e estruturais.
As novas espécies apareceriam, portanto, devido a aquisição ou perda de caracteres.



essa é sobre Lamarck

Débora'Santos 3A

Anônimo disse...

Por que os animais e vegetais que conhecemos são assim? A resposta do senso comum é que Deus os criou assim como são. E Darwin conhecia muito bem essa resposta, já que havia estudado teologia em Cambridge e pretendia ser pastor. Entretanto, a viagem que fez a bordo do navio Beagle mudou seu ponto de vista.
Ele percebeu que havia uma variabilidade enorme de seres e que a constituição biológica de cada espécie estava sempre em estreita ligação com seu meio ambiente. Pássaros que vivem em um ambiente em que só há frutos duros, com o tempo desenvolverão bicos mais robustos, como os das araras. Se o alimento disponível fosse larvas em troncos velhos, os bicos acabariam se tornando mais próprios para perfurar, como os dos pica-paus. Mas como isso acontece? Como é que os seres podem se adaptar ao ambiente?
Por mais que você faça musculação, seu filho não nascerá com mais músculos, isso é um fato. Parece, então, que cada espécie é fixa, não muda ao longo das gerações. Certo? Errado! Pensemos um pouco melhor. Por exemplo, como é que temos hoje em dia tantas variedades de milho, que produzem muito mais do que às de antigamente?
Fácil. Os agricultores no passado selecionaram as melhores espigas para a semente. Plantando uma quantidade grande de sementes, é de se esperar que algumas, por acaso, produzam plantas melhores do que outras. Selecionando sempre as melhores, como o tempo a própria espécie vai se modificando, realçando as características que o agricultor escolheu.
A genialidade de Darwin foi aplicar a lógica desse processo artificial na interpretação dos fenômenos naturais. Para ele, a natureza também seleciona. Se diversos indivíduos disputam os mesmos recursos, e esses não são suficientes para todos, aqueles que tiverem as características mais vantajosas nessa luta pela sobrevivência vencerão. Consequentemente, viverão por mais tempo e terão mais chances de procriar.
Como o passar das gerações, características que talvez fossem exceção naquela espécie poderão tornar-se regra. Ou seja, para Darwin os seres vivos atuais são assim por que só esses foram selecionados pela natureza, enquanto os outros foram extintos.


Com essa teoria, Darwin tornou possível compreender os processos biológicos de adaptação. É assim que os cientistas hoje sabem que não adianta usar a vacina da gripe no ano passado neste ano. Alguns poucos vírus, resistentes àquela vacina, provavelmente sobreviveram e se reproduziram. Dessa forma, agora é preciso criar uma nova vacina.
Da mesma forma, os biólogos sabem que é preciso manter a diversidade em qualquer espécie, pois é só assim que ela pode se adaptar a mudanças ambientais. Enfim, para quem quer entender melhor a vida, Darwin é sem dúvida uma referência básica.

TODAS AS SUAS TEORIAS SÃO EVOLUCIONISTA!!!!!

Charles Darvin explica uma questão confusa e importante historicamente.
A principal teoria de Darvin foi "A seleção Natural", ele afirma que o meio escolhe os seres mais aptos ao ambiente para sobreviverem. Exemplo: Pinguins que vivem na Antártida não sobreviveriam no norte da África, ou seja o ambiente africano selecionaria os animais aptos a altas temperaturas.

A teoria de Darvin levanta grande polemica em relação a origem dos seres humanos. Segundo os estudos evolucionista de Charles Darvin, o homem surgiu de espécies parecidas com macacos (muitos pelos e falta de inteligência). Com a seleção natural, e com o desenvolvimento da inteligência, os seres humanos foram evoluindo e perderam pelos (invenção da roupa) e construíram o que existe hoje.

CONCLUSÃO: Darvin é um do grande cientista que descobriu a "Seleção Natural", tese essa que explica as diferenciações entre os seres (raça, animais, espécies, etc) e explica tbm a origem dos seres humanos e suas mudanças ao longo do seu desenvolvimento
"Seleção Natural"- Os animais mais aptos ao meio sobrevivem e desenvolvem-se


esse é sobre Darwin


Débora'Santos 3A

Raphael Brandão, O Bruxo Insano disse...

Sobre qualquer hipótese lamark e Darwin tiveram um papel grande no intendimento sobre a Evolução, mesmo se seus teorias diferem uma da outra.
Uma tese de lamark foi que as girafas tiveram que evoluir para sobreviver, porque naquele tempo ou naquela região ocorria uma escassez de alimentos, então, as girafas começaram a usar seus pescoços para tentar comer as folhas no alto das cópas das árvores, que antigamente elas comiam só arbustos que se localizava em baixo; Por ela esticarem toda aquela região do pescoço se resultou em um alongamento daquela parte do corpo.
Darwin com sua teoria mais complexa teve maior aceitação. Sua teoria é Dividida em quatro processos: Mutação, Recombinação genética, Seleção natural e Isolamento reprodutivo. Os três primeiros constituem as fontes da variabilidade genética, sem a qual não pode ocorrer modificação. A seleção natural e o isolamento reprodutivo orientam es variações em canais adaptativos.
Sem essas duas teorias nada saberiamos da evolução da espécie e os dois pesquisadores fizeram uma enorme contribuição para a evolução. Darwin também teve ajuda de Alfred Wallace para sua obra - Wallace foi um dos autores da Seleção Natural.

Raphael Brandão - 3º'B'

Kaathy benites disse...

Quando se fala sobre a Evolução, Darwin e Lamark são os mais lembrando por que os dois foram muito importante.
Darwin Suas observações da natureza levaram-no ao estudo da diversificação das espécies e, em 1838, ao desenvolvimento da teoria da Seleção Natural. Seleção natural é um processo que foi feito para explicar a adaptação e especialização dos seres vivos conforme evidenciado pelo registro fóssil.
Lamarck lamarck propôs uma teoria para explicar de qual maneira os seres vivos evoluem.
Segundo Lamarck, uma grande alteração no meio ambiente provocaria, em uma espécie, uma necessidade de se modificar. Essa necessidade levaria à formação de novos hábitos. Essa idéia aliada a observação da natureza lavaram Lamarck o formular as duas leis básicas de sua teoria evolutiva.
Lamarck baseou sua teoria em duas suposições: a lei do uso a desuso a lei dos caracteres adquiridos.
Conclusão. Lamarck e Darwin acreditavam no conceito da evolução das espécies. Apesar de ter sido realmente revolucionária, era uma ideia que estava no ar e vinha desenvolvendo-se desde a proposta do naturalista sueco Carl Linneaus de organizar todas as espécies no seu Systema Naturae. A teoria de Lamarck diz que um organismo adquire uma característica para se adaptar ao meio e transmite essa característica para a sua geração. Ele apoiava-se na sua observação de que as girafas costumam ter pescoço de comprimento igual à altura das árvores da região.

KATHYANE BENITES 3ºB

Anônimo disse...

Quem foi Chales Darwin ?
O biologista e naturalista Charles Darwin nasceu na Inglaterra e viveu de 1809 a 1882. Durante um período de cinco anos, ele colaborou com pesquisas realizadas nas costas e em ilhas da América do Sul, Austrália e Nova Zelândia.
Ficou surpreso com o grande número de espécies de plantas e de animais que, até então, eram desconhecidos. O que lhe chamou mais atenção foram as incontáveis diversidades de tentilhões, que só conheceu na ilha dos Galápagos, situada na costa ocidental da América do Sul.
Durante os cinco anos que ele permaneceu nessa viagem científica, e também depois, o naturalista buscou descobrir a razão da grande diversidade de plantas e animais.

No ano de1859, na certeza de ter a encontrado a resposta aos seus questionamentos, ele escreveu o livro: A Origem das Espécies. Posteriormente, Darwin escreveu outra obra: A Descendência do Homem, nesta ele manifestou suas idéias sobre o surgimento da raça humana no planeta Terra. Seus dois livros geraram debates e muitas controvérsias na época, contudo, hoje em dia, muitas de suas idéias são aceitas pela ciência.


Quem Foi Lamark ?
Jean Baptiste Lamarck nasceu no dia 1 de agosto de 1744 na cidade de Bazentin (França) e faleceu no ano de 1829, em Paris. Foi um importante biólogo, pois seus estudos contribuíram muito para a sistematização dos conhecimentos da História Natural.
Foi Lamarck quem começou a usar o termo “biologia” para designar a ciência que estuda os seres vivos. Foi este cientista também que fundou os estudos de paleontologia dos invertebrados.

As teorias desenvolvidas por Lamarck eram transformistas, ou seja, partia do princípio de que os seres vivos evoluem e se transformam. Desta forma, os organismos mais simples, com o passar do tempo, iriam se transformando em seres mais complexos, até atingirem uma condição de vida ideal e perfeita.

Conclusão : Dawin acreditou que a razão de existir pequenas diferenças na descendência, tanto das plantas como dos animais, fazem com que certas espécies vivam mais tempo do que outras. No caso das que possuem vida mais longa, estas gerarão mais descendentes, e este fato permitirá o aparecimento gradual de novos tipos de variações.
Lamarck Teoria do Uso e Desuso
Explica que os órgãos que são pouco utilizados durante a vida de um animal vai, com o passar do tempo, atrofiando e perdendo suas funções até desaparecer. Por outro lado, os órgãos mais utilizados, cujas funções para a sobrevivência são fundamentais, tendem a ganhar força e se desenvolverem de forma proporcional ao tempo utilizado. Para explicar esta teoria, Lamarck utilizou o exemplo das girafas. Estes animais, necessitando obter seus alimentos no topo de árvores altas, fortaleciam com tempo (de gerações para gerações) o pescoço e, por isso, tinham esta parte do corpo bem desenvolvida.
Comparação :

Tanto para lamarck como pare darwin o meio ambiente exerce um papel preponderante no processo evolutivo. Segundo Lamarck o ambiente é o principal fator que provoca modificações nos organismos; pare Darwin o ambiente apenas seleciona as variações mais favoráveis.
Aluna: Walquiria 3Ano B

Anônimo disse...

Quando nós falamos em "evolução" loGo
lembramos em:DARWIN e LAMARCK que foi pesquisadores da evolução.

Quem Foi Lamark ?
Lamarck foi o primeiro a separar Crustacea, Arachnida e Annelida de Insecta, através de seus trabalhos de classificação. Teve sua vidamarcada pela constante luta contra a pobreza. Luta infrutífera, pois morreu em 28 de dezembro de 1829, pobre. Foi enterrado em um cemitério alugado, de onde seu corpo foi retirado cinco anos depois, e enterrado em lugar desconhecido. Para piorar, ao redor de 1818 ele começou a perder a visão, dependendo totalmente das filhas no final de sua vida, pois estava completamente cego.

Quem foi Chales Darwin ?


Charles Darwin, naturalista inglês, nasceu em 12A vida religiosa não agrada a Darwin, e em 31 de dezembro de 1831 ele aceita o convite para tornar-se membro de uma expedição científica a bordo do navio Beagle. Assim, Darwin passa cinco anos (1831 a 1836) navegando pela costa do Pacífico e pela América do sul. Durante este período, o Beagle aportou em quase todos os continentes e ilhas maiores à medida que contornava o mundo, inclusive no Brasil. Darwin fora chamado para exercer as funções de geólogo, botânico, zoologista e homem de ciência. Esta viagem foi uma preparação fundamental para a sua vida subseqüente de pesquisador e escritor. Tanto é verdade que na introdução de seu livro ele assim se refere: "as relações geológicas que existem entre a fauna extinta da América meridional, a de fevereiro de 1809

MINHA CONCLUSÃO:



O meio ambiente fazia parte daS pesquisa de Darwin, lamark mas, os animas também passou pelas pesquisa de lamrk que uso uma girafas.
Eo Darwin,fazia muitas pesquisa sob plantas e animas.






aluno:CLBER KELVIN

SERIE:3°A

Ediane Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ediane Souza disse...

Jean-Baptiste Lamarck foi um naturalista francês do século XIX. Nasceu em 1744 e morreu em 1829. Foi ele que, de fato, introduziu o termo biologia. Lamarck começou a publicar detalhes da sua teoria em 1801. Ele acreditava que uma mudança no ambiente fazia com que as necessidades dos organismos também mudassem, causando uma alteração no comportamento daquele organismo. Ele desenvolveu duas teorias, na qual se baseia o Lamarquismo:
"Primeira Lei": Uso e Desuso – órgãos utilizados constantemente tendem a se desenvolver, enquanto órgãos inutilizados podem sofrer atrofia;

"Segunda Lei": Transmissão dos caracteres adquiridos – as características do uso e desuso seriam herdadas por gerações seguintes, por exemplo: uma girafa precisa esticar o pescoço para alcançar as folhas das árvores, o seu pescoço cresce e os seus descendentes nascem já com o pescoço mais comprido.



Charles Robert Darwin foi um naturalista britânico, e durante um período de cinco anos, ele colaborou com pesquisas realizadas nas costas e em ilhas da América do Sul, Austrália e Nova Zelândia.
Ficou surpreso com o grande número de espécies de plantas e de animais que, até então, eram desconhecidos. O que lhe chamou mais atenção foram as incontáveis diversidades de tentilhões, que só conheceu na ilha dos Galápagos, situada na costa ocidental da América do Sul.Durante os cinco anos que ele permaneceu nessa viagem científica, e também depois, o naturalista buscou descobrir a razão da grande diversidade de plantas e animais. No ano de 1859, na certeza de ter a encontrado a resposta aos seus questionamentos, ele escreveu o livro: A Origem das Espécies. Posteriormente, Darwin escreveu outra obra: A Descendência do Homem, nesta ele manifestou suas idéias sobre o surgimento da raça humana no planeta Terra. Seus dois livros geraram debates e muitas controvérsias na época, contudo, hoje em dia, muitas de suas idéias são aceitas pela ciência. Charles Robert Darwin descobriu que todos os seres vivos, do mais sábio dos homens ao bacilo unicelular, podem ter sua linhagem ancestral traçada até o começo da vida sobre a Terra. O Darwinismo é um conjunto de movimentos e conceitos relacionados às ideias de transmutação de espécies, selecção natural ou da evolução, incluindo algumas idéias sem conexão com o trabalho de Charles Darwin.

Tanto para Lamarck como para Darwin o meio ambiente exerce um papel preponderante no processo evolutivo. Segundo Lamarck o ambiente é o principal fator que provoca modificações nos organismos; para Darwin o ambiente apenas seleciona as variações mais favoráveis.


Ediane Souza, 3ºano B

Anônimo disse...

Charles Robert Darwin (1809 - 1882), foi consciente das implicações de suas ideias sobre a tese da imutabilidade das espécies, a qual estava diretamente relacionada a preceitos religiosos, Darwin fez um estudo minucioso durante mais de vinte anos, para provar a transformação dos seres vivos. Darwin estabeleceu uma origem comum a todas as espécies, revolucionando a concepção de humanidade e sua relação com as demais espécies do planeta. Foi muito criticado pelas igrejas cristãs e por vários cientistas da época, como já era o previsto.
Jean-Baptiste Antonie de Monet, cavalheiro de Lamarck (1744-1829) era um naturalista francês que compartilhava da ideia de que a estabilidade das espécies não tinha fundamento. Descreveu exemplos de criação seletiva (feita pelo homem) para fundamentar que as espécies mudam e que a causa dessas mudanças são as condições externas. Sendo assim ele chegou à lei do uso e desuso, segundo a qual os indivíduos perdem características de que não necessitam e desenvolvem as que estão sendo utilizadas. Essa mudança seria transmitida à prole, ou seja, ocorre a transmissão dos caracteres adquiridos.
O exemplo mais famoso que ele apresentou foi o seguinte: o pescoço comprido das girafas se desenvolveu à medida em que elas precisaram comer folhas das árvores mais altas.

CONCLUSÃO:
Bom, a ideia do Lamarck serviu para provar que os seres vivos estavam mesmo sempre mudando. Só que faltava alguém para explicar como é que aconteciam essas mudanças. E esse alguém era o inglês Charles Darwin!
Essa teoria dizia que os animais e plantas estão sempre mudando, ao acaso.

Aluna:Elaine Silva
3 Ano B

vitor nascimento disse...

A teoria de Lamarck diz que um organismo adquire uma característica para se adaptar ao meio e transmite essa característica para a sua geração. Ele apoiava-se na sua observação de que as girafas costumam ter pescoço de comprimento igual à altura das árvores da região. A sua teoria é de que sucessivas gerações de girafas foram esticando o seu pescoço até alcançar o galho. Cada geração herdava dos seus pais a informação da altura das árvores de alguma forma. Assim as espécies evoluem de maneira a adaptar-se ao meio.

Só que isso é impossível de ser verdade. Por que para o pescoço da girafa se esticar tanto assim precisa ter ajuda da genética. Nunca que o pescoço ia se esticar tanto assim ao longo do tempo.
Existe uma tribo de mulheres da Tailândia que usam argolas no pescoço, mas conhecidas como mulheres girafas que usam essas argolas por causa da sua cultura. Mas veja bem o pescoço delas vão se alongando, mas não é o pescoço que vai crescendo É o ombro que desce sob o pescoço do adorno e não o pescoço que cresce.
.

Já Darwin, com seu maravilhoso trabalho analisou pássaros nas ilhas Galápagos, elaborou uma teoria na qual nova característica é obtida de maneira aleatória e que o meio se encarregava de selecionar os indivíduos que melhor se adaptavam. As espécies evoluem por acaso e o meio apenas selecionar quais são as espécies mais importantes. No caso das girafas, o darwinismo diz que girafas com pescoço do tamanho das árvores nascem por acaso e que essas girafas, por terem tamanho correto, tem uma vantagem evolutiva sobre as outras girafas. As descobertas da genética do século XX dão um imenso suporte a apenas
Uma das teorias. Sendo assim, a teoria de Darwin é a mais aceite atualmente.

Essa teoria é mais certa que a teoria de Lamarck, pois todo animal se adapta as condições de vida do ambiente onde vive.

Michele disse...

• Michele Dos Santos 3° "A"
Charles Darwin (1809 - 1882) foi um naturalista inglês, nascido em Shrewsbury e um notável cientista do Séc. XI. É conhecido por ser o autor da teoria da evolução das espécies, através da seleção natural. Darwin deixou sua cidade com 16 anos, para estudar Medicina na Universidade de Edinburgh. Porém, o pai de Charles o obrigou a mudar de caminho, e ir para a Universidade de Cambridge, para tornar-se clérigo da Igreja da Inglaterra. A vida religiosa não lhe agradou e alguns anos depois ele aceitou um convite para tornar-se membro de uma expedição científica. Darwin passou cinco anos navegando pela costa do Pacífico e pela América do sul, aportando em quase todos os locais, inclusive no Brasil. Logo depois, Darwin foi chamado para tornar-se geólogo, botânico e zoologista. Em todos os lugares que passou, Darwin reuniu grandes coleções de rochas, plantas e animais , que foram enviados à Inglaterra, onde ele logo regressou. A partir de suas anotações, Charles deu início a sua obra "Origem das Espécies". Logo depois, nasceu à famosa doutrina darwinista da seleção natural, da luta pela sobrevivência ou da sobrevivência do mais apto - pedra fundamental do seu livro, que foi publicada em 1859, sob muitas críticas. Charles continuou escrevendo sobre a sobrevivência das espécies, morreu com 50 anos, e foi sepultado na Abadia de Westminster.
Jean-Baptiste Pierre Antoine de Monet, Chevalier de Lamarck, nasceu em Bazentim, a 1 de Agosto de 1744. Em 1793 assume o cargo de professor de zoologia do Museu de História Natural de Paris. Filho mais novo de 11 irmãos de um barão francês da infantaria, Lamarck entra para o Exército aos 24 anos. Em 1768, abandona a carreira militar para se dedicar à medicina e à botânica. Dez anos depois, publica os três volumes de "Flora Francesa", obra que lhe vale a nomeação como botânico do herbário real. Em 1801 apresenta a distinção entre os animais vertebrados e os invertebrados em "História Natural dos Animais sem Vértebras". Em "Filosofia Zoológica", de 1809, expõe pela primeira vez a sua teoria da evolução, mais tarde conhecida como lamarckismo. Como precursor da teoria de Darwin, defende a ideia de que a necessidade de se adaptar às mudanças do meio ambiente explica a evolução das espécies, ao transmitir a mutação às futuras gerações. A tese é rejeitada pelos meios científicos e Lamarck morre na miséria, em Paris, a 28 de Dezembro de 1829. É considerado hoje o fundador da biologia como ramo específico da ciência.
•Conclusão: Lamark e Darwin eram evolucionistas. Ambos aceitavam a ocorrência de adaptação dos seres vivos ao meio, e para ambos, o ambiente desempenhava papel preponderante na adaptação. A diferença fundamental entre as teses por eles desenvolvidas é o mecanismo de atuação do meio. Para Lamarck, o meio induz a modificação nos seres vivos. Lamarck trabalhava com invertebrados no Museu de História Natural de Paris. Comparava espécies modernas com fósseis e pôde verificar que havia várias linhagens simples de descendência, como se um roteiro preestabelecido conduzisse as formas simples para uma complexidade cada vez maior. Em sua teoria, ele sustentou que a evolução dos organismos era determinada pelo ambiente - se o ambiente sofre modificações, os organismos procuram adaptar-se a ele. A evolução seria uma consequência da necessidade interior dos organismos. Para Darwin, o meio apenas seleciona as variedades preexistentes que melhor ajustem as espécies ao ambiente. Todos os organismos descendem, com modificações, de ancestrais comuns. E o principal agente de modificações é a ação da seleção natural sobre as variações individuais.
•Referencias Bibliográficas
•http://www.consciencia.org/charles-darwin-resumo-biografia-selecao-natural-e-evolucionismo
•http://www.todabiologia.com/pesquisadores/lamarck.htm
•http://pt.wikipedia.org/wiki/Jean-Baptiste_de_Lamarck

Tiago Cavichione disse...

Tanto para lamarck como para darwin o meio ambiente exerce um papel preponderante no processo evolutivo. Segundo Lamarck o ambiente é o principal fator que provoca modificações nos organismos; pare Darwin o ambiente apenas seleciona as variações mais favoráveis. Vamos comparar as teorias de Darwin e Lamarck para a explicação do longo pescoço da girafa.

Segundo Lamarck obrigada a comer folhas e brotos no alto das árvores a girafa é forçada continuamente a ser esticar para cima. Esse habito mantido por longos períodos por todos os indivíduos da raça resultou no alongamento do pescoço.

A moderna teoria sintética da evolução ou neo-darwinismo

De acordo com a moderna teoria sintética os processos básicos da evolução são quatro: Mutação, Recombinação genética, Seleção natural e isolamento reprodutivo. Os três primeiros constituem as fontes da variabilidade genética, sem a qual não pode ocorrer modificação. A seleção natural e o isolamento reprodutivo orientam es variações em canais adaptativos.

As Fontes da Variabilidade

Sob a designação de variabilidade enquadrarmos as diferenças existentes entre os indivíduos da mesma espécie. Se observarmos qualquer população de organismos verificaremos a existência de inúmeras diferenças (variações) entre os organismos que a compõem. Assim, nunca existem dois indivíduos idênticos. Mesmo os chamados gêmeos idênticos, quando atentamente observados, diferirão em alguns caracteres. A diversidade entre Os organismos da mesma espécie é determinada por dois fatores: Recombinação genética e mutação. Entende-se por Recombinação genética as novas combinações dos gene., já existentes em uma dada população.

Nos estudos de Genética já verificamos que as novas combinações gênicas resultam dos processos de segregação independente e permutação. Quanto a mutação constitui a matéria prima da evolução, produzindo novos genótipos e fenótipos. É importante salientar que a mutação ocorre espontaneamente, ou seja, nunca aperece como resposta do organismo a uma situação ambiental. CONCLUSAO:LAMARCK ACREDITAVA QUE PARA OS SERES VIVOS TEREM MEMBROS EVOLUIDOS ERA PRECISO O ANIMAL SE ADAPTAR AO MEIO AMBIENTE POR EXEMPLO A GIRAFA QUE TINHA O PESCOÇO GRANDE PARA COMER FOLHAS DAS ARVORES MAIS ALTAS,AS AVES AQUATICAS FICARAM COM AS PERNAS GRANDES PORQUE TINHAO QUE FAZER UM GRANDE ESFORÇO E ESTICAR AS PERNAS PARA GARANTIR O ALIMENTO E NAO MOLHAR AS PENAS.E A CADA GERACAO ESSES SERES VIVOS PASSAVAO ADIANTE ESSA CARACTERISTICAS. CONCLUSAO:JA DARWIN ACREDITAVA QUE CONFORME O AMBIENTE O SER VIVO TINHA QUE SE ADAPTAR PORQUE SE ELE NAO SE ADAPTAR E FICAR MAIS FORTE AO AMBIENTE VAI MORRER E NAO VAI TER MAIS CHANCES DE TER UM DESCENDENTE.

Steffanny disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Amanda Brandão 3° ano B

conclusão sobre oque eu entendi sobre a teoria da evolução ligada a Lamarck e Darwin os dois foram cientistas que com muita determinação e força de vontade acabaram tendo ideias diferentes sobre a evolução.
Lamarck foi o primeiro a propor teorias sobre a evolução, apresentou das teorias uma da lei do uso ou desuso onde se você usar partes de seu corpo eles iram se desenvolver, e se não usar els acabariam se atrofiando, a sua outra teoria foi a de lei da transmissão dos caracteres, onde se você que as alterações feitas na características de nosso organismo seriam transmitido para nossos descendentes, ex: se pitarmos o cabelo de loiro nosso filho nasceria loiro.
Agora já na teoria de Darwin foi baseada na teoria da seleção natural, onde os organismos mais bem adaptados ao meio ambiente tem maiores chances de sobrevivência do que os menos adaptados, ex: na luta pela sobrevivência os indivíduos que se adaptaram com as condições do ambiente tem maiores chances de sobreviver e assim podendo deixar maiores números de seus descendentes.

Anônimo disse...

Jean-Baptiste Lamarck (1744-1829) foi um naturalista francês do séc.XIX. Foi ele que personificou as ideias pré-darwanistas sobre a evolução.
Originári da baixa nobreza, pertenceu ao exército, interessou-se por historia natural e escreveu uma obra de vários volumes sobre a flora da França. Com indicação do Conde de Buffon foi trabalhar para o Museu de Historia Natural de Paris. Depois de alguns anos foi nomeado curador dos invertebrados.
Antes de 1800 ele era um essencialista que acreditava que as espécies eram mutáveis. Mas depois de seu trabalho sobre os moluscos da Bacia de Paris, ficou convencido da transmutação das espécies ao longo do tempo, e desenvolveu a sua teoria da evolução.

O Biologista e naturalista Charles Darwin nasceu na Inglaterra e viveu de 1809 a 1882. Durante um periodo de cinco anos, ele colaborou com pesquisas realizadas nas costas e em ilhas da América do sul, Austrália e Nova Zelândia.


Comentário - Lamarck e Darwin eleas eram evolucionistas, os dois aceitavam a adaptação dos seres vivos ao seu meio ambiente.A diferença entre as teses por eles desenvolvidas é o mecanismo de atuação do meio. Para Darwin o meio ambiente apenas seleciona as variedades existentes que melhor ajustem as espécies ao ambiente, todos os organismos descendem dos seus ancestrais comuns. Para Lamarck, o meio induz a modificação nos seres vivos, que para mim ele está muito certo nesta afirmação.


Referencias Bibliográficas

http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20110927110207AAwMTso


Aluno : Elvis. Gregório. Pereira 3 A

Emanuely moraes 3ª ano B disse...

Lamarck: lei do uso e desuso (o q o animal naum usa e descartado, e o q ele usa durante a vida e passado p/ seus filhos e assim sucessivamente)

Darwin: seleçao natural (so os mais fortes sobrevivem e esses passam o seu gene "forte" p/ seus filhos)

Isso é muito fácil. Voce tem que saber que os dois foram evolucionistas. Mesmo Lamarck ter errado em suas teses,ele merece seu valor,afinal foi o primeiro a falar em EVOLUÇÃO. Numa época em que a Igreja era o mais forte poder politico e só se falava em Criacionismo. Lamarck elaborou a LEI DO USO E DESUSO. Um órgão muito usado desenvolveria,o menos usado iria atrofiar. Claro que isso está errado,mas podemos abrir uma exceção para a Musculatura. Elaborou tambem a LEI DAS CARACTERISTICAS ADQUIRIDAS ou seja voce transmite aos seus descendentes suas carcteristicas adquiridas ao longo da vida. Totalmente errado. Pense só,voce tinge o cabelo ,então seu filho nascerá com o cabelo tingindo tambem? claro que nao.

Darwim fez uma viagem pelo mundo,em ilhas exoticas e ecossistemas magnificos. ele formulou a SELEÇÃO NATURAL,onde em um grupo de seres vivos,há os mais aptos e os menos aptos. e os mais aptos sobreviverão. darwin acertou na sua teoria,mas na época foi muito criticado,principalmente pelos criacionistas.

tata disse...

Lamarck e Darwin, os dois defendiam a evolução. Eles tinham uma opinião formada sobre o ser vivo que é adaptado ao ambiente em que vive, mas todas as pessoas não tinham essa mesma opinião formada, como os pensadores e cientistas que contradiziam tudo o que Lamarck e Darwin falavam. O foco deles eram defender a evolução. Essa evolução tem ocorrido já a alguns anos, acumulando uma enorme quantidade de evidências favoráveis a evolução.

Thais Nayane - 3º A

renata disse...

Aluna: Renata Jacqueline 3° A
Charles Darwin
Charles Darwin (1809 - 1882) foi um naturalista inglês, nascido em Shrewsbury e um notável cientista do Séc. XIX. É conhecido por ser o autor da teoria da evolução das espécies, através da seleção natural. Darwin deixou sua cidade com 16 anos, para estudar Medicina na Universidade de Edinburgh.Porém, o pai de Charles o obrigou a mudar de caminho, e ir para a Universidade de Cambridge, para tornar-se clérigo da Igreja da Inglaterra.
A vida religiosa não lhe agradou e alguns anos depois ele aceitou um convite para tornar-se membro de uma expedição científica. Darwin passou cinco anos navegando pela costa do Pacífico e pela América do sul, aportando em quase todos os locais, inclusive no Brasil. Logo depois, Darwin foi chamado para tornar-se geólogo, botânico e zoologista.
Em todos os lugares que passou, Darwin reuniu grandes coleções de rochas, plantas e animais (fósseis e vivos), que foram enviados à Inglaterra, onde ele logo regressou.
Charles Robert Darwin foi um naturalista britânico que alcançou fama ao convencer a comunidade científica da ocorrência da evolução e propor uma teoria para explicar como ela se dá por meio da seleção natural e sexual. Esta teoria se desenvolveu no que é agora considerado o paradigma central para explicação de diversos fenômenos na Biologia. Foi laureado com a medalha Wollaston concedida pela Sociedade Geológica de Londres, em 1859.
Darwin começou a se interessar por história natural na universidade enquanto era estudante de Medicina e, depois, Teologia. A sua viagem de cinco anos a bordo do brigue HMS Beagle e escritos posteriores trouxeram-lhe reconhecimento como geólogo e fama como escritor. Suas observações da natureza levaram-no ao estudo da diversificação das espécies e, em 1838, ao desenvolvimento da teoria da Seleção Natural. Consciente de que outros antes dele tinham sido severamente punidos por sugerir ideias como aquela, ele as confiou apenas a amigos próximos e continuou a sua pesquisa tentando antecipar possíveis objeções. Contudo, a informação de que Alfred Russel Wallace tinha desenvolvido uma ideia similar forçou a publicação conjunta das suas teorias em 1858.
Em seu livro de 1859, "A Origem das Espécies", ele introduziu a ideia de evolução a partir de um ancestral comum, por meio de seleção natural. Esta se tornou a explicação científica dominante para a diversidade de espécies na natureza. Ele ingressou na Royal Society e continuou a sua pesquisa, escrevendo uma série de livros sobre plantas e animais, incluindo a espécie humana, notavelmente "A descendência do Homem e Seleção em relação ao Sexo”.
Em reconhecimento à importância do seu trabalho, Darwin foi enterrado na Abadia de Westminster, próximo a Charles Lyell, William Herschel e Isaac Newton.

renata disse...

continuação da 2° parte da teoria

Jean-Baptiste de Lamarck

Jean-Baptiste Pierre Antoine de Monet, Chevalier de Lamarck foi um naturalista francês que desenvolveu a teoria dos caracteres adquiridos, uma teoria da evolução agora desacreditada. Lamarck personificou as ideias pré-darwinistas sobre a evolução. Foi ele que, de fato, introduziu o termo biologia.
Originário da baixa nobreza Lamarck pertenceu ao exército, interessou-se por história natural e escreveu uma obra de vários volumes sobre a flora da França. Isto chamou a atenção do Conde de Buffon que o indicou para o Museu de História Natural de Paris. Depois de ter trabalhado durante vários anos com plantas, Lamarck foi nomeado curador dos invertebrados, e começou uma série de conferências públicas. Antes de 1800, ele era um essencialista que acreditava que as espécies eram imutáveis. Mas graças ao seu trabalho sobre os moluscos da Bacia de Paris, ficou convencido da transmutação das espécies ao longo do tempo, e desenvolveu a sua teoria da evolução (apresentada ao público em 1809 na sua Philosophie Zoologique).
Em 1809, 0 biólogo francês Jean Baptiste Lamarck propôs uma teoria para explicar de qual maneira os seres vivos evoluem. Segundo Lamarck, uma grande alteração no meio ambiente provocaria, em uma espécie, uma necessidade de se modificar. Essa ideia aliada a observação da natureza levaram Lamarck o formular as duas leis básicas de sua teoria evolutiva. Lamarck baseou sua teoria em duas suposições: a lei do uso a desuso a lei dos caracteres adquiridos.
1. Lei do Uso a Desuso: Segundo tal lei, quanto mais uma parta ou órgão do corpo é usada, mais se desenvolva; contrariamente as partes que não são usadas enfraquecem, atrofiam chegando até a desaparecer.

2. Lei da herança dos Caracteres Adquiridos: Segundo Lamarck qualquer animal poderia transmitir aos seus descendentes aquelas características que se atrofiavam pelo desuso ou se desenvolveram pelo uso. Portanto, de acordo com Lamarck as novas espécies aparecem, por evolução, devido a aquisição ou perda de caracteres.

Conclusão:
Tanto para Lamarck como para Darwin o meio ambiente exerce um papel preponderante no processo evolutivo. Segundo Lamarck o ambiente é o principal fator que provoca modificações nos organismos; pare Darwin o ambiente apenas seleciona as variações mais favoráveis. Darwin foi conhecido por ser o autor da teoria da evolução das espécies, através da seleção natural. E Lamarck foi conhecido por ser um naturalista francês que desenvolveu a teoria dos caracteres adquiridos, por uma teoria da evolução agora desacreditada.

Bibliografia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Charles_Darwin
http://pensador.uol.com.br/autor/charles_darwin/biografia/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jean-Baptiste_de_Lamarck
http://www.colegioweb.com.br/biologia/a-evolucao-segundo-lamarck.html
http://www.colegioweb.com.br/biologia/comparacao-entre-as-teorias-de-lamarck-e-darwin.html

Anônimo disse...

Darwin e Lamarck
Jean-Baptiste Pierre Antoine de Monet, Chevalier de Lamarck nasceu em Bazentin 1 de agosto de 1744 e morreu 28 de dezembro de 1829 aos 85 anos, sua nacionalidade França.
Lamarck criou o termo biologia, um homem que em cada observação que fazia colocava a sua teoria da evolução, acreditava que a terra por passar em muitas transformações isso acontecia com os seres vivos também. Acreditava que passando pela evolução os seres vivos seriam perfeitos a cada transformação. As idéias e pensamentos de Lamarck evoluíram ao longo de seus estudos. Muitas colocações de Lamarck ajudaram à biologia moderna.

Charles Robert Darwin – 1809-1882 foi um naturalista Britânico, viveu de uma família nobre era de uma família muito rica na Inglaterra ele nunca teve que trabalhar para sobreviver e nós agradecemos isso a ele por que teve tempo para ele fazer tantas descoberta e ter tempo para pensar, sempre gostou de historia natural. Darwin lançou o Gradualismo biológico onde as espécies se modificam lentamente. Darwin foi um homem muito observador e criativo.
Agora vamos comparar as teorias de Darwin e Lamarck.
Lamarck sempre defendia a evolução;
Darwin descendência com modificação, ora como hereditário e se modificou;
Lamarck era Teleológico;
Darwin considerava que a evolução ocorria ao acaso via Seleção Natural;
Ambos eram Gradualistas, ou seja, as mudanças evolutivas eram vagarosas.
Darwin e Lamarck homens pensadores que via um significado para seres vivos, observavam a suas evoluções homens como Gregor Mendel o pai da genética o homem que lutou para ser reconhecido assim como Darwin e Lamarck que viajou para conhecer a natureza e o que ela proporciona ao meio ambiente.


Escola estadual básica João Brienne de Camargo
Aluna Thais vilela de Paula
Serie 3° Ano A
Professora Gonçalina Arruda
Disciplina Biologia

Fonte: Wikipedia
http://dicasgratisnanet.blogspot.com.br

VANDERLAINE disse...

na minha conclusão eu acho que as teorias sobre CHARLES DARWIN,NATURALISTA INGLÊS. DESENVOLVEU UMA TEORIA EVOLUTIVA QUE É A BASE DE MORDERNA SINTÉTICA:A TEORIA SELEÇÃO NATURAL.COM ESSA TEORIA DARWIN TORNOU POSSIVEL COMPREENDER OS PROCESSOS BIOLOGICOS DE FORMA PRECISO PARA MANTER A DIVERSIDADE EM QUALQUER ESPECIE.UMA DAS TEORIAS E DIFERENCIAS ENTRE DARWIN E LAMARK FOI QUE UM ACREDITAVA QUE OS CONCEITOS SOBRE A EVOLUÇÃO DAS ESPECIES ESTAVAM A TENTAR RESOLVER UMA ESPECIE EM UMA OUTRA.DARWIN COM O SEU TRABALHP MARAVILHOSO SOBRE OS PASSAROS E O SEU HABITAT NAS ILHAS QUE É UM AMBIENTE PASSIVO E PRE-EX FOI ASSIM QUE LAMARK TEVE SUA TEORIA TOTALMENTE DIFERENTE DE DARWIN PORQUE ELE PENSAVA JA QUE O MEIO AMBIENTE NAO ERA UM BOM LUGAR PRA FAZER TEORIAS SOBRE EVOLUÇOES..NOME:VANDERLAINE 3 A

Anônimo disse...

Comparação entre a teoria de Charles Darwin e Lamarck.
Pode-se dizer que os dois têm teorias bem diferentes, formas de pensar distintas, mais as duas voltadas são voltadas para a evolução dos seres vivos. Lamarck coloca sua teoria desta forma, acredita que os seres vivos se adéquam ao ambiente, ele fala que o que utilizamos, o que o nosso corpo trabalha, é desenvolvido facilmente, citou também o exemplo da girafa, onde ele acreditava que elas no início não tinham o pescoço grande, ele começou a desenvolver conforma suas necessidades de comer as frutas no alto das árvores. Já Charles Darwin acreditava que o ambiente que escolhe os seus seres vivos adequados á sobreviver nele, assim como ele dizia o meio escolhe os seres mais aptos ao ambiente para sobreviverem, pingüins que vivem na Antártida não sobreviveriam no norte da África, ou seja, o ambiente africano selecionaria os animais aptos a altas temperaturas.


Aluno: Marcos Vinicius D. Alves . 3°Ano 'A'

Anônimo disse...

Conclusão: o que eu entendi sobre Lamarck e Darwin.

Lamarck e Darwin.
Defendiam a Evolução, A idéia de que o ser vivo é adaptado ao ambiente em que vive é comum no nosso Dia-a-dia.

Lamarck: Jean Baptiste Lamarck nasceu no dia 1 de agosto de 1744 na cidade de Bazentin (França) e faleceu no ano de 1829, em Paris. Foi um importante biólogo, pois seus estudos contribuíram muito para a sistematização dos conhecimentos da História Natural. Lamarck foi o primeiro a propor teorias sobre a evolução, ele propôs que uma grande mudança no meio ambiente provocaria a necessidade das espécies mudarem. Como no ambiente onde viviam as Girafas que tinham pescoço bem curto Com Tudo isso ele quis dizer que Independente de onde os Animais vivam eles sempre acharam um jeito de se adaptarem ao seu Habitat.

Darwin: O Biologista e naturalista Charles Darwin nasceu na Inglaterra e viveu de 1809 a 1882. Durante um periodo de cinco anos, ele colaborou com pesquisas realizadas nas costas e em ilhas da América do sul, Austrália e Nova Zelândia, ele foi um naturalista britânico que alcançou fama ao convencer a comunidade científica da ocorrência da evolução,ele propôs uma Teoria para explicar a Seleção Natural que se desenvolveu no que é agora considerado o paradigma central para explicação de diversos fenômenos na Biologia. A seleção Natural se tornou a explicação científica para a diversidade de espécies na natureza.

Escola Estadual João Brienne de Camargo. Professora: Gonçalina. Aluno: Phelipe Matheus. Serie: 3ano “A”.

Anônimo disse...

Escola Estadual João Brienne de Camargo
Professora:Gonçalina.
Aluna:Estefany Paula 3° A

Charles Dawin e Lamarck

Segundo lamarck o primeiro evolutivo estaria baseado em,duas leis fundamentais.
Lei do uso e desuso:uso ds determinadas partes do corpo do organismo fazem com que estas se desenvolvam e o desuso faz com que se atrofiem.
Lei da transmissão dos caracteres adquiridas:alterações provocadas em determinadas caracteristica do organismo,pelo uso e desuso são transmitidas aos decendentes.
Ele ultilizou varios exemplos para explicar uma teoria segundo ele ,as aves aguatica tornaram-se pernaltas devido ao seu esforço qye faziam no sentido de esticar as pernas para evitarem molhar as pernas durante a locumação na,agua a cada geraçao esse esforço produzis aves com pernas mas altas que transmitiam essa caracteristica á geração seguinte a teoria de lamarck não è aceita atualmente pois suas idèias apresentam um erro bàsico:ad catacteristicas adequadas não são hereditárias.

A teoria de charles Darwin e a teoria da seleção natural. Segundo Darwin ,os organismo mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobrevivência do que ps menos adaptado deixando um numero maior de descendentes.
Os individuos de uma mesma especie aprentam variações em todos os caracteres,são sendo portanto indenticos entre si .
Todo organismo tem grande capacidade de reprodução produzindo muitos descendentes. Entretanto apenas alguns dos descendentes chegam á idade adulta.o numero de individuos de uma espècie è mantido mais ou menos constante ao longo das gerações.


Bibliografia:wikipedia,
Google.

Steffanny Brito disse...

Darwin

Charles Darwin conhecido como o pai da evolução, foi um naturalista inglês que através de sua teoria sobre a evolução mudou o pensamento de vários campos ligados à Biologia e Antropologia, sendo o primeiro a desenvolver e publicar uma teoria científica de Seleção Natural, desenvolvendo-a através de uma teoria testável.  Mas como esse pesquisador revolucionário chegou a essa teoria? É o que você descobrirá agora. Charles Robert Darwin nasceu em 12 de fevereiro de 1809 em Shrewsbury, na Inglaterra. Filho do médico Robert Darwin e de Susannah Darwin, Charles pertencia à notável e rica família Darwin por parte de seu pai e Wedgwood por parte de sua mãe, as quais eram ligadas à elite intelectual da época.  Quando tinha apenas 8 anos, a mãe de Darwin faleceu. Em 1818, um ano após a morte da mãe, ele foi enviado à escola da cidade, onde não se interessava pelas matérias e sim em colecionar minerais, insetos, ovos de pássaros, pela caça, cães e ratos. No ano de 1825, durante as férias de verão, Darwin ajudou seu pai como médico aprendiz no tratamento dos pobres, se interessando pela profissão ele foi estudar medicina na Universidade de Edimburgo. No entanto ele desistiu da idéia ao ver a forma como eram feitas as cirurgias, o que lhe causou grande aversão.

  Conclusão

Cheguei a conclusão que assim, a teoria da evolução das espécies baseia-se nestes conceitos: origem da vida; provas de evolução a partir de campos biológicos diversos (semelhanças quanto à forma, embriológicas, bioquímicas ou achados paleontológicos); factores de evolução: herança (que conserva os caracteres), variabilidade (mutação, recombinação de genes), selecção natural (o meio actua sobre as variações, com os mais fortes a imporem-se aos mais fracos) e isolamento.
O evolucionismo rapidamente se expande para além das ciências da vida a outras áreas do conhecimento, universalizando-se e adaptando-se aos seus princípios científicos. Na filosofia, é entendido como lei geral dos seres comum a toda a espécie de existência, em geral ou em particular; na antropologia e na sociologia, está por detrás da concepção de que o desenvolvimento das sociedades e das instituições seguiu uma certa orientação através de etapas vencidas por meio de leis demonstráveis (Comte); atinge também a política e a história. Abre, pois, novas perspectivas e considerações em variadíssimos ramos do saber, mantendo as suas questões tradicionais grandes e aceso debate a nível filosófico.

Biografia
:http://dicasgratisnanet.blogspot.com.br/2012/05/quem-foi-charles-darwin-resumo-e.html

Steffanny Brito disse...

Lamarck
Jean Baptiste Lamarck nasceu no dia 1 de agosto de 1744 na cidade de Bazentin (França) e faleceu no ano de 1829, em Paris. Foi um importante biólogo, pois seus estudos contribuíram muito para a sistematização dos conhecimentos da História Natural.
Foi Lamarck quem começou a usar o termo “biologia” para designar a ciência que estuda os seres vivos. Foi este cientista também que fundou os estudos de paleontologia dos invertebrados.

As teorias desenvolvidas por Lamarck eram transformistas, ou seja, partia do princípio de que os seres vivos evoluem e se transformam. Desta forma, os organismos mais simples, com o passar do tempo, iriam se transformando em seres mais complexos, até atingirem uma condição de vida ideal e perfeita.
Explica que os órgãos que são pouco utilizados durante a vida de um animal vai, com o passar do tempo, atrofiando e perdendo suas funções até desaparecer. Por outro lado, os órgãos mais utilizados, cujas funções para a sobrevivência são fundamentais, tendem a ganhar força e se desenvolverem de forma proporcional ao tempo utilizado. Para explicar esta teoria, Lamarck utilizou o exemplo das girafas. Estes animais, necessitando obter seus alimentos no topo de árvores altas, fortaleciam com tempo (de gerações para gerações) o pescoço e, por isso, tinham esta parte do corpo bem desenvolvida. 

Teoria das características adquiridas Lamarck afirmava que o meio ambiente estava permanentemente sofrendo modificações e evoluções. Logo, o corpo dos seres vivos possuíam a capacidade de transformação com o objetivo de se adaptarem às mudanças do meio ambiente. As transformações adquiridas por uma espécie seriam transmitidas para seus descendentes. Como o passar de gerações (milhões de anos) as espécies vão acumulando transformações, dando origem a novos grupos de seres vivos. Em suma, as modificações do meio ambiente vão “forçando” e gerando necessidades de transformações anatômicas, orgânicas e comportamentais nas espécies.

As teorias de Lamarck influenciaram os estudos evolucionistas desenvolvidos por Charles Darwin. Na terceira edição de Origem das Espécies, Darwin chegou a elogiar as pesquisas de Lamarck. 

As pesquisas nas áreas de genética e hereditariedade, desenvolvidas na segunda metade do século XX, invalidaram a teoria das características adquiridas desenvolvidas por Lamarck.
 
                                                       CONCLUSÃO
Lamarck achava que os seres se adaptavam ao meio, por exemplo, uma girafa chegou num local e não conseguiu pegar alimento. Fez seu pescoço crescer para pegar o alimento na árvore.
Darwin diz que a seleção natural é que faz com que os animais se adaptem ao meio em que vivem, só os mais fortes sobrevivem, e vão passando esses genes com as informações para seus descendentes.

                          A DIFERENÇA ENTE DE CHARLES DARWIN E LAMARCK
A diferença entre as duas teorias é que na de Larmarck o animal adquire essas novas características ( evolução) através do uso e desuso, ou seja, de tanto forçar o pescoço a pegar as folhas o pescoço acabou crescendo.Já na de Darwin ele diz que os animais com menor pescoço tendem a morrer por não se alimentar, assim as de maior pescoço vão se procriando passando essa característica para as próximas gerações , sendo que depois de um tempo, todas elas serão assim, isso é a chamada seleção natural.

Anônimo disse...

                                                                               DARWIN
Darwin nasceu a 12 de Fevereiro de 1809 em Shrewbury, Inglaterra, filho do médico Robert Darwin. Apesar de mau aluno, interessava-se muito pela ciência e pela natureza. Gostava de passear pelo campo e apanhar animais para as suas colecções, e montou um laboratório caseiro de química com o seu irmão Erasmus. A sua família preocupava-se com o seu futuro.
Com 16 anos foi estudar Medicina para Edimburgo, enviado pelo pai. Mas as operações sem anestesia a que assistiu impressionaram-no tanto que desistiu da Universidade e voltou para casa. O pai enviou-o então para Cambridge para estudar Teologia, e foi aí que conheceu o botânico John Henslow. Tornaram-se amigos e, depois de Darwin terminar o curso, Henslow convidou-o para fazer a famosa viagem à volta do mundo no Beagle.
Esta viagem, com o objectivo de cartografar a América do Sul, decorreu entre Dezembro de 1831 e Outubro de 1836. O capitão Robert Fitzroy convenceu o almirantado britânico a levar Darwin, para que ele pudesse recolher espécimes de interesse naturalístico. Charles enjoava no mar, por isso viajava sempre que possível por terra, recolhendo espécimes de animais, plantas, rochas e fósseis, que enviava para Inglaterra.
Depois de voltar ao seu país, instalou-se em Londres e começou a identificar o material recolhido, com a ajuda de especialistas. Escreveu o seu primeiro livro “A viagem do Beagle”, onde começava já a especular sobre a evolução das espécies. Entretanto, leu “O ensaio sobre a população” de Thomas Malthus, onde este discutia a hipótese de que a competição pelos alimentos poderia ser um factor regulador do crescimento populacional humano. Darwin aplicou esta ideia ao mundo natural, colocando a hipótese de que a competição favoreceria as espécies mais bem adaptadas.Com 29 anos decidiu casar com a prima abastada Emma Wedgwood, o que lhe permitiu levar uma vida desafogada. Cansado de Londres, mudou-se para a aldeia de Downe em 1842, onde viveu até ao resto da sua vida com a esposa e os seus dez filhos.
Conclusão
O evolucionismo rapidamente se expande para além das ciências da vida a outras áreas do conhecimento, universalizando-se e adaptando-se aos seus princípios científicos. Na filosofia, é entendido como lei geral dos seres comum a toda a espécie de existência, em geral ou em particular; na antropologia e na sociologia, está por detrás da concepção de que o desenvolvimento das sociedades e das instituições seguiu uma certa orientação através de etapas vencidas por meio de leis demonstráveis (Comte); atinge também a política e a história. Abre, pois, novas perspectivas e considerações em variadíssimos ramos do saber, mantendo as suas questões tradicionais grandes e aceso debate a nível filosófico.
Aluna:Amanda Cristina
Serie:3ºB

Anônimo disse...

Lamarck
Jean-Baptiste Pierre Antoine de Monet, Chevalier de Lamarck (Bazentin, 1 de agosto de 1744 — Paris, 28 de dezembro de 1829) foi um naturalista francês que desenvolveu a teoria dos caracteres adquiridos, uma teoria da evolução agora desacreditada. Lamarck personificou as ideias pré-darwinistas sobre a evolução. Foi ele que, de fato, introduziu o termo biologia.
Originário da baixa nobreza (daí o título de 'chevalier'), Lamarck pertenceu ao exército, interessou-se por história natural e escreveu uma obra de vários volumes sobre a florada França. Isto chamou a atenção do Conde de Buffon que o indicou para o Museu de História Natural de Paris. Depois de ter trabalhado durante vários anos com plantas, Lamarck foi nomeado curador dos invertebrados (mais um termo introduzido por ele), e começou uma série de conferências públicas. Antes de 1800, ele era um essencialista que acreditava que as espécies eram imutáveis. Mas graças ao seu trabalho sobre osmoluscos da Bacia de Paris, ficou convencido da transmutação das espécies ao longo do tempo, e desenvolveu a sua teoria da evolução (apresentada ao público em 1809 na sua Philosophie Zoologique).
Conclusão
Lamarck achava que os seres se adaptavam ao meio, por exemplo, uma girafa chegou num local e não conseguiu pegar alimento. Fez seu pescoço crescer para pegar o alimento na árvore.
Aluna:Amanda Cristina
Serie:3ºB

Anônimo disse...

 A DIFERENÇA ENTE DE CHARLES DARWIN E LAMARCK

Lamarck: lei do uso e desuso (o q o animal naum usa e descartado, e o q ele usa durante a vida e passado p/ seus filhos e assim sucessivamente)

Darwin: seleçao natural (so os mais fortes sobrevivem e esses passam o seu gene "forte" p/ seus filhos)
Aluna:Amanda Cristina
Serie:3ºB

Anônimo disse...

Teoria : Lamarckismo e Darwinismo.

Lamarck propôs a teoria da transmissão dos carácteres adquiridos onde essa teoria obedecia a lei do uso e desuso se o homem precisava de tal orgão e eusa-se muito,se desenvolvia e dava quantinuidade a sua geração,outros que nao usavam se distrofiam ou acabavam.Uma teoria absurda,pois o homem ja tem os seus genes,que o comanda e suas característica constituída,podemos estimular o desenvolvimento de determinadas partes do nosso corpo,mas até um certo limite e estas características nunca serão transmitidas de pais para filhos.


Darwin pesquisou,viajou,observou especies com uma base formulou a teoria da seleção natural,onde o organismo sofre uma seleção natural do ambiente.A que melhor se encaixa,o ser humano se adapta,onde se sente bem,se o ambiente onde está ele nao consegue conviver bem,ele se muda ou se adapta.O organismo melhor adaptados a um determinado ambiente serão selecioanados,em detrimento daqueles que nao desenvolvem tais adaptações.

Outro que ajudou Darwin a formula a teroria da seleção natural foi wallace desconhecido,tambem estudou sobre as plantas e perguntava como surgiu os animais,escreveu suas anotações e enviou a Darwin,que até então ficou muito surpreso,onde compos sua teoria.

Aluna: Danieli
Serie: 3º B

Anônimo disse...

Existe várias torias sobre a evolução, uam delas é a mais aprovada pelos cientistas, que a vida veio da água. Atoria mais aprovada pelos fiéis, que é a teoria DIVINA, ou seja,que fomos feito e criado por DEUS.
Os cientistas também prova que na antiguidade não existia chuva, era fumaça que virou vapor e veio a chuva.
Os cisntistas acreditavam que o mundo vivo contava com tantas espécies quanto havia criado por um ser onipotente eque permaneceriam sempre as mesmas.
O James Ussher foi o primeiro criacionista. Conforme os bispos e os preceitos bíblicos, os seres vivos teriam surgidos por uma obra divina, portanto, sem defeito e sem necessidade de mudança, hoje é muito diferente desso, as pessoas nascen de umjeito e morre de outro.
A evolução das espécies é consequência da seleção natural de acúmulos de organismo, ou seja. um pedaço da carne, milhos jogados no chão, também jerão vida espontânia.


ESCOLA E. JOÃO BRIENNE DE CAMARGO
ALUNO: VINÍCIUS MARTINS BATISTA
SÉRIE: 3 ANO "A"

Anônimo disse...

Existe várias torias sobre a evolução, uam delas é a mais aprovada pelos cientistas, que a vida veio da água. Atoria mais aprovada pelos fiéis, que é a teoria DIVINA, ou seja,que fomos feito e criado por DEUS.
Os cientistas também prova que na antiguidade não existia chuva, era fumaça que virou vapor e veio a chuva.
Os cisntistas acreditavam que o mundo vivo contava com tantas espécies quanto havia criado por um ser onipotente eque permaneceriam sempre as mesmas.
O James Ussher foi o primeiro criacionista. Conforme os bispos e os preceitos bíblicos, os seres vivos teriam surgidos por uma obra divina, portanto, sem defeito e sem necessidade de mudança, hoje é muito diferente desso, as pessoas nascen de umjeito e morre de outro.
A evolução das espécies é consequência da seleção natural de acúmulos de organismo, ou seja. um pedaço da carne, milhos jogados no chão, também jerão vida espontânia.

carlos 3anoB
JBC